Web Design
Web Design Uberlandia Desenvolvimento Web Uberlandia Web Design Uberlandia Web Development Uberlandia

Presença do Android no mercado de smartphones sobe de 9% para 33%

iphone-Android

Consumidores passaram a prestar mais atenção ao sistema operacional de seus celulares e a dar menos importância à marca.

Nos últimos 12 meses a participação do Android no mercado de smartphones aumentou 24 pontos percentuais, indo de 9% para 33%, afirma estudo conduzido pelo instituto TNS. A satisfação com o sistema operacional da Google também é alta: 49% dos clientes pretendem que seu próximo celular rode o sistema Android.

O índice é semelhante ao do iOS, do iPhone, que ficou pouco à frente, com 51%. Symbian e Windows Mobile, por outro lado, ficaram com 31% e 30%, respectivamente.

De acordo com a pesquisa, não só o software, como o conteúdo e os aplicativos presentes nos celulares, têm sido mais notados. Um em cada quatro consumidores avalia tais fatores antes da compra, por considerá-los indispensáveis. Já a marca do aparelho, embora muitos ainda a considerem relevante – 44% dos entrevistados em países desenvolvidos e 77% dos usuários de mercados emergentes – deve, aos poucos, perder força na lista de prioridades.

Recursos
A câmera digital, por já estar presente na maioria dos celulares, não foi citada como um dos principais fatores a serem verificados antes da compra. Os recursos para smartphones mais comentados pelos consumidores foram videoconferência (54%), TV ao vivo, (50% e 70% nos mercados da Ásia, Oriente Médio, África e América do Sul), streaming de vídeo (48%) e compartilhamento de conteúdo (24%).

O alto índice de clientes que mencionaram recursos de vídeo, apesar de não o utilizarem, mostra em que área as grandes empresas deverão investir nos próximos anos. Outro destaque, segundo o instituto, é a penetração das redes sociais entre os usuários de celulares. Há um ano, 30% deles utilizavam o dispositivo para acessar portais como Facebook e Twitter. Esse índice subiu quase 50% este ano, chegando a 46%.

Por fim, a pesquisa conclui que os consumidores consideram os tablets capazes de complementar ou mesmo substituir a experiência do PC. Porém, não competem no mesmo mercado que os smartphones.

Para o estudo, a TNS entrevistou 34 mil pessoas em 43 países, incluindo o Brasil.

Por Redação do IDG Now!

Uberlândia-MG

Edifício 2000
Av. Cesário Alvim, 818
Sala 1315, Centro
CEP 38400-098

R2A Soluções Interativas

© Copyright 2012
Todos os direitos reservados